Nota de solidariedade da ATALC em apoio ao Povo Garífuna de Honduras

O Ministério Público, que está alinhado com o governo golpista de Juan Orlando Hernández, persegue os Garífunas e nega respostas!

Em Agosto de 2020, o Tribunal Interamericano de Direitos Humanos emitiu uma resolução ordenando ao Estado de Honduras que proteja as comunidades Garífunas e que procure os quatro líderes que desapareceram em 18 de Julho de 2020. No dia 10 de Agosto deste ano, ocorreu um protesto em frente ao gabinete do Procurador-Geral do Ministério Público devido à falta de investigação de numerosas denúncias de violência e do desaparecimento forçado de 4 Garífunas de Triunfo de la Cruz, há dois anos. A manifestação contou com a presença de 600 membros da comunidade e do SUNLA (Comitê Garífuna para a Investigação e Pesquisa dos Desaparecidos de Triunfo de la Cruz). A organização queria participar nas investigações sobre o desaparecimento dos 4 jovens e não teve lugar, foi vítima de racismo.

O Ministério Público nunca deu uma resposta categórica; em vez de abrir as portas, fechou-as e enviou notas a Miriam Miranda, líder da OFRANEH (Organização Fraternal Negra Hondurenha), ao Dr. Luther Castillo, Secretário de Estado do Gabinete de Ciência e Tecnologia, de origem Garífuna, e ao advogado Edy Tabora, defensor dos direitos humanos, inquirindo sobre a sua pertença a um grupo étnico, ação que é considerada racista pelas organizações. Este Ministério Público, nomeado durante o governo golpista, continua a fazer tudo o que está ao seu alcance para prejudicar os grupos violentados em Honduras.

O Centro de Prevenção, Tratamento e Reabilitação das Vítimas de Tortura (CPTRT) e Madre Tierra/Amigos da Terra Honduras fazem um apelo nacional e internacional para apoiar as manifestações nas próximas horas, quando serão enviadas denúncias a organizações solidárias com os afetados, tais como a Secretaria de Estado e o Ministério dos Direitos Humanos, exigindo justiça e o fim das políticas racistas que violam os direitos dos povos e os direitos humanos da comunidade Garífuna.

Amigos da Terra América Latina e Caribe (ATALC)

Crédito da imagem: ATALC

*Nota de solidariedade foi publicada originalmente em espanhol no site da ATALC em https://atalc.org/2022/08/16/ministerio-publico-afin-al-gobierno-golpista-de-juan-orlando-hernandez-persigue-a-garifunas-y-niega-respuestas/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.