7ª edição da Feira Agroecológica Frutos da Resistência

“Que consigamos traçar, pensar juntos um plano, uma proposta de mundo que a gente realmente acredite. Que não seja essa forma injusta, essa forma que oprime muito fortemente alguns grupos. E quando a gente fala alguns grupos, as mulheres estão dentro deles. Opressão do Patriarcado, numa disputa de poder que é desigual. Há um histórico de forças que favorecem os homens, e as mulheres tem que enfrentar isso. No recorte da população negra, vemos nas mulheres ainda mais esse peso da desigualdade, que se desenvolveu desvalorizando as outras etnias, os negros, os indígenas. E é esta opressão que ainda sustenta alguns grupos”.

Esta foi parte da fala da Patrícia Gonçalves, do Amigos DaTerra Brasil, que abriu, na rádio-poste, a roda de conversa entre as mulheres e apresentou quem são algumas daquelas que resistem no território. O papo reuniu representantes do coletivo Somos Soma (Quilombo do Sopapo), do Grupo Biodiversidade (Herval-RS), do Quilombo do Areal, do Instituto Federal Campus Restinga e do Amigos da Terra e foi uma das atividades na tarde deste sábado, 11, em frente à CasaNat. Foi a 7ª edição da Feira Agroecológica Frutos da Resistência #7. Também teve música, com Pâmela Fontoura e Maíra Gonçalves e o lançamento do filme “Mercado Verde – A Financerização da Natureza”. Sinta o clima da Feira Frutos da Resistência através dos lindos registros de Lia Gonçalves.

<a data-flickr-embed=”true” href=”https://www.flickr.com/photos/154989916@N03/albums/72157693108108505″ title=”7ª Feira Agroecológica Frutos da Resistência (11/03/2017)”><img src=”https://farm5.staticflickr.com/4709/28334673779_6d58167c54_z.jpg” width=”640″ height=”360″ alt=”7ª Feira Agroecológica Frutos da Resistência (11/03/2017)”></a><script async src=”//embedr.flickr.com/assets/client-code.js” charset=”utf-8″></script>

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *